Horário de Atendimento:

8:00h - 20:00h

  • pt-br
  • en

Telefone:

Ronco Primário – Apresentação Clinica e Diagnóstico

Novidades NOSP - Acompanhe

Ronco Primário
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on whatsapp

Veja a seguir a segunda parte do capítulo de um livro, que escrevi juntamente com o Dr. Médico Otorrino SP, agora abordando a apresentação clínica e a avaliação diagnóstica do ronco primário, assim como os critérios de severidade e de duração. Se você não leu a primeira parte do artigo, clique aqui.

Ronco Primário – Apresentação Clinica

A queixa inicial geralmente é do parceiro de quarto perturbado pelo ruído alto ocasionado pelo ronco. A intensidade do ronco pode variar e, muitas vezes, até mesmo causar o despertar do próprio paciente. O paciente pode referir boca seca, que potencialmente leva a despertares com desejo de tomar água.

Não há queixa de sonolência excessiva diurna (SED), cansaço, sonolência diurna excessiva ou fragmentação do sono, como ocorre na SRVAS ou na SAOS. Dessa forma, o paciente roncador pode ser assintomático e não estar ciente do seu problema.

Ronco Primário – Avaliação Diagnóstica

O diagnóstico de RP deve considerar, antes de tudo, a anamnese detalhada, observando os fatores de risco. Questionários do sono como a Escala de Sonolência de Epworth (ESE) agregam informação, mas quando sintomas de SED ou apneias presenciadas são concomitantes ao RP, o exame polissonográfico é mandatório para a avaliação objetiva.

A maioria apresenta pontuação inferior a 10 ESE. Somente 13% dos pacientes com RP apresentam pontuação maior ou igual.

A polissonografia deve considerar o esforço respiratório relacionado à despertares (RERA). Quando o índice de distúrbio respiratório do sono (IRD) é menor do que 5 eventos/hora, sem alterações nos gases arteriais e índice de despertares (ID) normal para idade, o paciente pode ser classificado como portador de RP ou SRVAS.

A presença do ronco, na ausência de queixa ou dos sinais de SED, apneias presenciadas, sufocamento noturno ou cefaleia matinal, caracteriza o roncador primário.

Critérios Diagnósticos

Critério mínimo: A +B+E.

A. Queixa de ronco feita por um observador
B. Não há evidência de insônia ou sonolência excessiva diurna causada pelo ronco
C. O paciente queixa-se de boca seca ao acordar

D. A polissonografia demonstra:

1. Ruido inspiratório ou expiratório geralmente ocorrendo por longos períodos durante o sono.
2. Ausência de associação de despertares abruptos, dessaturação de oxigênio arterial ou distúrbios cardíacos.
3. Padrão normal de sono.
4. Padrão respiratório normal durante o sono.

E. Os sintomas não encontram critérios diagnósticos de outros distúrbios do sono (síndrome da apneia do sono central, SAOS, síndrome da hipoventilação alveolar central, laringospasmo relacionado ao sono, etc.).

Critérios de Severidade

Leve: O ronco não acontece todas as noites e somente quando o paciente está em decúbito dorsal.
Moderado: O ronco ocorre todas as noites; ocasionalmente incomoda terceiros; em geral é abolido pela mudança de posição do decúbito.
Severo: O ronco ocorre todas as noites, incomoda terceiros, não é alterado pela mudança de posição do decúbito. O parceiro de quarto eventualmente deixa o aposento devido ao volume do ruído.

Critérios de Duração

Agudo: 3 meses ou menos.
Subagudo: Entre 3 meses e 1 ano.
Crônico: Mais de 1 ano.

Teoria versus Prática

Apesar de a população encarar o ronco como problema somente social, os profissionais da saúde devem alertar para o diagnóstico correto e para o caráter evolutivo do problema com todas suas morbidades, não sendo mais aceitável a busca de resolução do sono sem a compreensão do problema.

Todos os utilizadores da plataforma se comprometem a divulgar apenas informações verdadeiras. Caso o comentário não trate de uma experiência pessoal, forneça referências(links) sobre qualquer informação médica à ser publicada. O público pode realizar comentários, alterar ou apagar o mesmo. Os comentários são visíveis a todos.
Otorrino SP

Otorrino em São Paulo

Tratamento para Apneia, Ronco.. faça um exame. Cuide da sua saúde.
Política de Privacidade/Cookie. Este site não hospeda ou recebe financiamento de publicidade ou exibição de conteúdo comercial. Política de Banners: Não temos publicidade e não fazemos trocas de Banner ou Display. Missão Do Site: prover Soluções cada vez mais completas de forma facilitada para a gestão da saúde e o bem-estar das pessoas, com excelência, humanidade e sustentabilidade.Todos os utilizadores da plataforma se comprometem a divulgar apenas informações verdadeiras. Caso o comentário não trate de uma experiência pessoal, forneça referências(links) sobre qualquer informação médica à ser publicada. Os comentários são visíveis a todos. Podem ser alterados ou apagados.